Fugindo Do Mundo
Poema enviado por: Antônio Carlos Ramos
 
Eu tentava fugir do mundo
Achava que tinha razões para chorar
Na sombra de um pé de ipê
Sentei num banco pra descansar
Quando surgiu um menino cansado
Com uma rosa na mão a brincar
Percebendo minha presença
Ao meu lado ele veio sentar

Olhei, e vi aquela flor murcha.
Dei um falso sorriso e me virei
Ele cheirando a rosa me disse
Olha que flor linda que eu encontrei
E cheirosa pegue a colhi pra você
Para livrar do garoto eu me aproximei
Fui pegar a rosa e ele segurou no ar
Que era cego nesse instante eu notei

Senti um nó na garganta
Percebi as lagrima descer
Foi quando acordei para o mundo
E agradeci a Deus aquela flor poder ver
Cheirei a e senti sua fragrância
Nesse momento, comecei entender.
O mundo nada tinha haver comigo
A partir desse dia que comecei a viver

Olhei para o céu chorando
Em minha alma pude sentir alegria
Agradeci ao pequeno garoto
Acenando a cabeça para mim ele sorria
Aos poucos ele foi se afastando
Sem saber o impacto que teve em meu dia
Fez- me ver o mundo com outros olhos
A minha vida para sempre ele mudaria.

tonyramos
 
Autor: tonyramos
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Fugindo Do Mundo
Autor tonyramos
Categoria Reflexão
Cadastro 08/07/2017 07:48:52
Visitado 51 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2017 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.