AMOR A SOLIDÃO
Poema enviado por: MARIA
 
MINHA CABEÇA ESTA FICANDO MEIA DESPEDAÇADA,
ENVOLTAS POR GENTILEZA ASSIM ENUMERADA,
CADA ESTILO QUE PREGA PEÇA,
DA FONTE A RESTAURAÇÃO E ALEGRIA.

VIM DE UM LUGAR DISTANTE E AQUI PERMANEÇA,
ESTA INCOGNITA QUE CALA E ATENUA,
APENAS UM PENSAMENTO QUE NEUTRALIZA,
NOVOS RUMOS QUE AINDA BALANÇA.

ESTE AMOR IMPLACAVEL E QUE NUNCA TERMINA,
APENAS AFOGA NOS LAÇOS E SENSIBILIZAR,
CORAÇOES, ALMA.... ETERNECIDO A EUFORIA,
BATE SAUDADES DAQUILO QUE SE ESVAZIA

OH. DOCE LEMBRANÇA,
DAQUELA ESTRADA QUE ALMEJA,
AI QUE LEMBRANÇA,
QUE ESVAZIA A ALMA.

NESTE MOMENTO JÁ NEM SEI QUE FALO.
CALO
APENAS
 
Autor: MARIA
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título AMOR A SOLIDÃO
Autor MARIA
Categoria Amor
Cadastro 02/07/2020 08:41:44
Visitado 167 vezes
Enviado 2 vezes



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2020 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.