UMVC
Poema enviado por: Zorro
 
Olhar traiçoeiro, armadilha,
tal como serpente,
de gente, caçando.
Alvo visado, tiro certeiro.
Magia de fêmea,
à cata de alma gêmea.
Beijo suave, ladra de sentimentos.
Mas não se faz impunemente,
não quer mais,
sei onde estás, e com quem.
Estou longe, eu sei,
mas comigo te guardei.
Quem sabe, se nos encontramos,
como antes o foi,
vou fingir não te ver,
mas sei que não o farás,
pois sabes que te amei.
 
Autor: Zorro
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título UMVC
Autor Zorro
Categoria Desilusão
Cadastro 05/07/2020 12:27:44
Visitado 508 vezes
Enviado 1 vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2020 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.